Depois de mais um período de inatividade, eis que retorno às minhas escrivinhanças n’O concreto pensado. Não que tenha deixado de escrever por completo. Pelo contrário, meu descomprometimento neste último mês aconteceu devido a necessidade de me concentrar na redação de minha dissertação, a qual tenho interesse de compartilhar com vocês, nem que seja aos […]

Nos últimos dias retomei a dissertação, e com ele o hábito de escutar música quando escrevo. Esse hábito vem desde os tempos finais da gradução, longínquos quatro anos atrás. Foi a maneira que encontrei de controlar a ansiedade que sempre surge na hora de escrever à frente do computador e que me traz a tentação […]

– “A Ana se suicidou”. Foi com uma frase assim que recebi a notícia e, trêmulo, a repassei à outras pessoas. Creio eu que um fato como esse mexe com os sentimentos de todas as pessoas, de uma forma ou de outra. Para mim, especialmente, trouxe memórias nem um pouco agradáveis. Quando mais jovem, na […]

Dia 11 de setembro. O som explosivo causado por aviões provavelmente surge à cabeça de boa parte do mundo quando se lembra desta data. Entretanto, não me refiro ao evento ocorrido à nove anos nos Estados Unidos. Esta lembrança tão recente faz passar despercebido um evento semelhante, acontecido nesta mesma data, também numa terça-feira, mas […]

Pois então, não é que aderi ao Twitter. Se não bastasse a falta de disciplina que tenho para com este blog, arrumei mais sarna para me coçar. Mesmo assim, parece que essa rede social permite algumas ousadias, haja visto o caso do Plínio de Arruda Sampaio. Quem estiver disposto a me seguir, meu perfil é […]